Atividades Culturais

Filme 'Slam – Voz de Levante' expressa identidade e resistência da poesia contemporânea

Filme 'Slam – Voz de Levante' expressa identidade e resistência da poesia contemporânea

Slam-Voz de Levante

Filme 'Slam – Voz de Levante' expressa identidade e resistência da poesia contemporânea

Mistura de expressão artística e competição que surgiu em Chicago, em 1984, e no Brasil completa 10 anos, é o tema de documentário

 

Tudo começou na amizade – Roberta Estrela D’Alva trouxe o Slam para o Brasil e, em 2011, foi concorrer no campeonato mundial em Paris. Quando explicou para sua amiga, a cineasta Tatiana Lohmann, que estava indo à França para participar de um encontro mundial de poesia falada, ‘Tati’ quis saber quem iria documentar o fato. “Ninguém, ora.” Tatiana comprou a passagem e foi, munida de uma câmera. Assistiu ao triunfo de Roberta, que chegou a ser uma das favoritas para ganhar. Quando perdeu, Roberta chorou, chorou. Tatiana desligou a câmera para abraçar a amiga.

E isso lá é tema de filme? É, e bom. Estreou na quinta, 22, o longa Slam – Voz de Levante. Naturalmente que o filme não é (só) sobre Estrela D’Alva e o mundial de Slam. É muito mais amplo. Para tornar tudo isso mais claro cabe esclarecer o que é essa ‘voz da revolta’. O ‘poetry slam’ surgiu em Chicago em 1984, idealizado pelo poeta Marc Smith como uma mistura de expressão artística e competição.

 

Agenda Cultural

RS/Porto Alegre

Natal Luz é vetor econômico da cidade de Gramado
ANÚNCIO

Envie um email para clorindo@arteecultura.com.br

by Magix