Atividades Culturais

Artigo-Não temas-Pr. José Marcelo

Artigo-Não temas-Pr. José Marcelo

“NÃO TEMAS…”

Pastor José Marcelo - prjmarcelo.gv@hotmail.com

Igreja Batista Mineira

“Mas o anjo lhes disse: “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo”.Lucas 2:10

As ciências neurológicas afirmam que existem vários tipos de medos. Desde as fobias incontroláveis e paralisantes da alma humana, até os medos mais simples e rotineiros. Medo faz parte da nossa vida. Está presente em nossa história – todos têm algum tipo de relação com ele. Acessando os arquivos da memória encontramos as histórias de assombrações e fantasmas que os avós contavam, principalmente nas noites em que a eletricidade acabava e tudo ficava às escuras ou à luz de velas (bons tempos). Ainda na infância, o que dizer da primeira vez em que subimos em uma bicicleta? Uma mistura de euforia e medo e, aquela clássica, dorzinha na barriga. Avançando à adolescência o primeiro olhar intencional no outro que fazia o coração parar, o primeiro pedido de encontro e o primeiro beijo, tudo aquilo gerava o medo gostoso, se é que este existe. Crescemos! E os medos também! As histórias dos avós mudaram, até mesmo os avós foram para outro mundo (que medo). O desequilíbrio que dava aquele friozinho no estomago ao aprender andar de bicicleta foi substituído pelo equilíbrio emocional para enfrentar o terrível e desequilibrado mundo dos adultos. O medo “gostoso” dos primeiros encontros, beijos e olhares, foi atualizado e está em constante loading, pelas incertezas dos relacionamentos que vão e vem. Por isso, tenho inveja do Peter Pan: Crescer para quê? Mas, crescemos! Não nos livramos do medo, mas podemos aprender a (con)viver com ele. Imagine a cena: uma calma noite nas campinas de Belém… pastores alertas, mas tranquilos, sonolentos, talvez; guardando seus rebanhos do terror noturno… de repente, vindo como flecha pelo ar, surge um anjo e anuncia: “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria…”. Impossível não temer! Como se suficiente não fosse, num abrir e piscar de olhos, todo o céu se enche de um coro celestial inaudito ao ouvido humano e o resplendor da glória de Deus se manifesta aos olhos dos simples pastores da noite. Cadê o medo? Desapareceu tão rapidamente como desapareceram as milícias celestiais que louvavam a Deus pela chegada do Salvador. O medo não precisa fazer morada no seu coração. Ele sempre será um intruso, transeunte, temporário. E, se um dia, “a tristeza entrar em sua vida e seu mundo desabar, basta só lembrar que Deus nos ama e junto a nós deseja sempre andar”. A mensagem aos pastores continua ressoar pelos séculos e chega até nós com a mesma verdade: “Não temas”.

Pr. José Marcelo

 

Agenda Cultural

/Brasil

Edital de Doação de Equipamentos de Iluminação Cênica 2017 é publicado.
ANÚNCIO

Envie um email para clorindo@arteecultura.com.br

by Magix